LEITURA ORANTE
       1. Exercício de leitura orante com o Evangelho do dia.

LEITURA ORANTE1 2. Escolha um lugar onde você possa estar só pra o encontro com Palavra, e consigo mesmo, determine um horário, e quanto tempo você poderá dispor para o exercício. Seja fiel ao que se propôs.

3. Sente-se, encontre uma posição confortável. Respire conscientemente,  se acalme de qualquer agitação e ponha-se diante de Deus, em atitude de oração. Invoque o Espírito Santo com uma oração que lhe seja familiar, ou entoe um refrão de invocação ao Espírito. LEITURA ORANTE3

LEITURA ORANTE4 4. Localize o Evangelho do dia que você irá ler/rezar. (Ler na própria bíblia é importante, para ter presente o contexto no qual o texto está inserido. Também você pode usar a nossa página Liturgia do Dia ou clicar no calendário ao lado para encontrar o Evangelho do dia).

5. Releia o texto com calma, prestando atenção a cada palavra. Preste atenção nas imagens, nas personagens; se usar sua Bíblia, sublinhe palavras ou frases que lhe chamam a atenção, ou os verbos; você pode também transcrever o texto. Se, ao longo da leitura, se distrair, volte ao começo (Ler é tão determinante que deu nome ao método: lectio).

Da leitura atenta nasce o silêncio do coração.
- Deixe ressoar a palavra que calou mais forte durante a leitura. 
- Tome consciência do movimento interno que a palavra suscitou em você, preste atenção aos seus pensamentos, sentimentos, iluminação, inspiração, apelo....
- Louve, agradeça, peça perdão, converse com Jesus, entregue-se com confiança ao Pai.
- Contemple a presença de Deus iluminando, trazendo paz, apontando sentido para algum sofrimento...

 7. Se possível, crie um circulo de leitura da liturgia dominical, partilhe o fruto da leitura pessoal.
Gregório Magno (570-604) lembra que a Escritura cresce com quem a lê, pois cada pessoa descobre a Palavra a partir da sua própria experiência.
LEITURA ORANTE5

________________________________________________

PAINEL DA LEITURA ORANTE APOSTOLADO LITURGICO
Painel da Leitura Orante
Apostolado Litúrgico


 TEXTO DE APOIO



A ORIGEM E OS PASSOS DO MÉTODO

- Desde cedo as comunidades associaram leitura bíblica e oração; chamaram este jeito de ler a Bíblia de lectio divina.

- Origines (184-254), preocupado com a leitura bíblica como caminho de conversão, aponta os elementos do método: leitura, meditação e oração. Ele dizia: “O que não se consegue com o próprio esforço deve ser pedido na oração”.

- Com a liturgia em latim o povo se distanciou da Palavra. A Bíblia virou objeto de estudo e especulação, não mais orientado para o encontro com Deus. No século XII, Guigo, um monge Cartuxo, sistematizou o método em quatro passos: leitura, meditação, oração, contemplação. Mas o povo, sem a bíblia em suas mãos, continuou sem acesso à leitura bíblica.

- Só a partir do Concílio Vaticano II a bíblia foi colocada de novo na mão do povo. A Dei Verbum refere-se ao método quando recomenda “intimidade com a Palavra mediante leitura assídua e estudo aturado” (n. 25).



A leitura orante é um método litúrgico.

- Está presente na estrutura da liturgia da Palavra: a leituras sem comentários que antecipem o seu sentido; acompanhadas de escuta e oração; intercaladas com momentos de silêncio, com salmos e aclamações; Interpretadas na homilia (meditação), seguida de preces.

- No Ofício Divino: "...quem salmodia sabiamente, percorre com a meditação verso por verso, sempre preparado em seu coração para responder, como requer o Espírito que inspirou o salmista e moverá também os devotos preparados para receber a sua graça” (Instrução Geral sobre a Liturgia das Horas, n. 104). É previsto depois de cada salmo silêncio, repetição, oração sálmica (IGLH 112).

Antes e depois da celebração: Com muito proveito estamos aplicando o método da leitura orante aos textos bíblicos e litúrgicos (leituras, salmos, prefácios, orações, hinos e outros cantos...) das missas, celebração dominical da palavra de Deus, ofício divino, batismo, matrimônio... tanto na preparação (pessoalmente e na reunião da equipe), como depois da celebração como mistagogia. A leitura orante é um meio poderoso para ganharmos profundidade espiritual nas celebrações litúrgicas.

João Crisóstomo (s. IV) inúmeras vezes em seus sermões, insiste sobre a importância de reter a Palavra de Deus ouvida na igreja e de preparar-se para escutar. Eis o que ele diz em uma de suas homilias:

Eis que vos peço: tome cada um de vós, num dia da semana ou num domingo, a parte do Evangelho que vos será lida no sermão, para lê-la e retê-la previamente; que seja feito em casa um estudo atento e refletido, notando o que há de claro e de obscuro, ou que parece contraditório sem realmente ser. Só depois de tal prepararão, diligente e completa, deveis vir para ouvir a palavra santa. Para vós como para mim, seria esse trabalho de grande utilidade: quanto a mim, estando vossa inteligência já familiarizada com as expressões, não teria tanto trabalho em vos fazer compreender o sentido de cada texto; quanto a vós seríeis mais clarividentes e perspicazes não somente para melhor ouvir e aprender, mas ainda ensinar aos outros o que tiverdes aprendido. (Hom 11- PG 59,77, citado por P. Dufresne, Liturgia da Igreja doméstica, Ed. Paulinas, p. 73).




SANTO(a) DO DIA
São Mateus
São Mateus

Saiba mais.




TESTEMUNHA DA HUMANIDADE
Dia Mundial da Paz
Dia Mundial da Paz

Saiba mais.