21/10/2018


29º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Dia Mundial das Missões e da Obra Pontifícia da Infância Missionária


 

Aclamação ao Evangelho
Aleluia, Aleluia, Aleluia.

Jesus Cristo veio servir, Cristo veio dar sua vida.
Jesus Cristo veio salvar, viva Cristo, Cristo viva!

Evangelho

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 10,35-45
Naquele tempo:
Tiago e João, filhos de Zebedeu,
foram a Jesus e lhe disseram:
'Mestre, queremos que faças por nós o que vamos pedir'.
Ele perguntou:
'O que quereis que eu vos faça?'
Eles responderam:
'Deixa-nos sentar um 
à tua direita e outro à tua esquerda,
quando estiveres na tua glória!'
Jesus então lhes disse:
'Vós não sabeis o que pedis.
Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?
Podeis ser batizados com o batismo
com que vou ser batizado?'
Eles responderam: 'Podemos'.
E ele lhes disse:
'Vós bebereis o cálice que eu devo beber,
e sereis batizados com o batismo
com que eu devo ser batizado.
Mas não depende de mim conceder
o lugar à minha direita ou à minha esquerda.
É para aqueles a quem foi reservado'.
Quando os outros dez discípulos ouviram isso,
indignaram-se com Tiago e João.
Jesus os chamou e disse:
'Vós sabeis que os chefes das nações as oprimem
e os grandes as tiranizam.
Mas, entre vós, não deve ser assim:
quem quiser ser grande, seja vosso servo;
e quem quiser ser o primeiro, seja o escravo de todos.
Porque o Filho do Homem não veio para ser servido,
mas para servir
e dar a sua vida como resgate para muitos'.
Palavra da Salvação

PRIMEIRA LEITURA

1ª Leitura - Isaías 53,10-11
O Senhor quis macerá-lo com sofrimentos.
Oferecendo sua vida em expiação,
ele terá descendência duradoura,
e fará cumprir com êxito a vontade do Senhor.
Por esta vida de sofrimento,
alcançará luz e uma ciência perfeita.
Meu Servo, o justo, fará justos inúmeros homens,
carregando sobre si suas culpas.

Palavra do Senhor.

Salmo - Sl  33 (32),4-5.18-19.20 e 22 (R.22)

Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça,
pois, em vós, nós esperamos!


Pois reta é a palavra do Senhor,
e tudo o que ele faz merece fé.
Deus ama o direito e a justiça,
transborda em toda a terra a sua graça.  R.


Mas o Senhor pousa o olhar sobre os que o temem,
e que confiam esperando em seu amor,
para da morte libertar as suas vidas
e alimentá-los quando é tempo de penúria.  R.

 

No Senhor nós esperamos confiantes,
porque ele é nosso auxílio e proteção!
Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça,
da mesma forma que em vós nós esperamos! R.

SEGUNDA LEITURA

2ª Leitura - Hebreus 4,14-16
Irmãos:
Temos um sumo sacerdote eminente, que entrou no céu,
Jesus, o Filho de Deus.
Por isso, permaneçamos firmes na fé que professamos.
Com efeito, temos um sumo sacerdote
capaz de se compadecer de nossas fraquezas,
pois ele mesmo foi provado em tudo como nós,
com exceção do pecado.
Aproximemo-nos então, com toda a confiança,
do trono da graça,
para conseguirmos misericórdia
e alcançarmos a graça de um
auxílio no momento oportuno.
Palavra do Senhor.

29º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Comentário dos textos bíblicos do 29º Domingo do Tempo Comum Ano B 

Oferecemos abaixo um subsídio elaborado para auxiliar quem prepara as celebrações litúrgicas dominicais. Além do aprofundamento dos textos bíblicos, indicamos também a sua relação com a vida e o mistério celebrado. Colabora com a reflexão: Ir. Helena Ghiggi, pddm, mestre em Bíblia e escritora na Revista de Liturgia.

1. Aprofundando os textos bíblicos: Isaías 53,10-11; Salmo 33 (32); Hebreus 4,14-16; Marcos 10,35-45

O evangelho está situado após o terceiro anúncio da paixão (vv.32-34) e mostra que os discípulos ainda não compreendem a missão de Jesus. Querem assegurar lugares de honra, pois esperam que o Cristo seja proclamado o Messias glorioso de Israel. O caminho do discipulado impele a beber o cálice com Jesus, a compartilhar sua paixão que se aproxima (14,36). A imagem do batismo sugere também a participação na morte redentora de Cristo (Rm 6,3). Assim, o exemplo de Jesus se opõe aos ambiciosos, que desejam os primeiros lugares. Os verbos governar e dominar, no v.42, descrevem com ironia, a liderança como poder e status. Na comunidade de Jesus, Servo sofredor, o poder consiste em servir o Reino de Deus. O Mestre substitui a hierarquia da dominação pelo serviço: Aquele que dentre vós quiser ser grande, seja o vosso servidor;e quem quiser ser o primeiro seja o servo de todos (vv.43-44). Trata-se de exercer a diakonia, para formar a fraternidade universal. O ensinamento de Jesus fundamenta-se na oferta de sua vida: O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida em resgate por muitos (v.45). Dar a vida refere-se ao martírio, ao sacrifício pela salvação do povo (cf.1Mc 6,44), e resgate à libertação de uma pessoa, de um escravo, mediante pagamento. Jesus resgatou o ser humano com a doação total de sua vida. Ele carregou sobre si as dores e os pecados da humanidade, realizando plenamente a missão do Servo (1ª leitura). Deus exalta o justo pela fidelidade à sua vontade. O salmo acentua que o Senhor ama o direito e a justiça e sua graça transborda em toda a terra.  Jesus é o sumo sacerdote eminente, capaz de compadecer-se das fraquezas humanas, pois foi provado em tudo, exceto no pecado (2ª leitura). Permaneçamos firmes na profissão de fé e confiantes na misericórdia divina.

2. Atualizando

  Jesus inaugura um mundo novo, onde os primeiros e os maiores são aqueles que servem os outros. Ele continua exercendo seu sacerdócio, solidarizando-se com as nossas fraquezas. Sua presença renova e fortalece nossa ação missionária a serviço da paz, justiça, amor solidário. 

3. A palavra de Deus na celebração

A eucaristia é o mais eloquente sinal do serviço de Cristo. A cada celebração fazemos memória de sua entrega: “Eis o meu corpo... eis o meu sangue, dados por vós... Hoje Ele pede de nós a mística do serviço. Que de fato podemos servir sempre de todo o coração, sem reservas para que todos tenham vida.

4. Dicas e sugestões

Na procissão de entrada, valorizar a cruz, sinal da entrega de Jesus que pode ser incensada.

29º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Antífona de entrada

Clamo por vós, meu Deus, porque me atendestes; inclinai vosso ouvido e escutai-me. Guardai-me como a pupila dos olhos, à sombra das vossas asas abrigai-me.

Oração do dia

Deus eterno e todo poderoso, dai-nos a graça de estar sempre ao vosso dispor, e vos servir de todo o coração.
Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do espírito Santo.

Sobre as oferendas

Dai-nos, ó Deus, usar vossos dons servindo-vos com liberdade, para que, purificados pela vossa graça, sejamos renovados pelos mistérios que celebramos em vossa honra.
Por Cristo nosso Senhor.

Antífona de comunhão

Eis que o Senhor pousa o olhar sobre os que o temem e que confiam esperando em seu amor, para da morte libertar as suas vidas e alimentá-los quando é tempo de penúria.
Ou
O filho do homem veio dar a sua vida para a salvação dos homens.

Depois da comunhão

Dai-nos, ó Deus, colher os frutos da nossa participação na Eucaristia para que, auxiliados pelos bens terrenos, possamos conhecer os valores eternos.
Por Cristo, nosso Senhor.


Pedidos de Oração